Voltar
Prefeito de Planalto afirma ser inocente e que acusação é falsa
Quarta, 16 de Maio de 2018 às 07:24
Em coletiva de imprensa, Antônio Carlos Damin relatou que acusação contra ele foi dada por jovem que sofre com problemas pessoais familiares
Em coletiva de imprensa realizada no início da tarde desta terça-feira, 15, o prefeito de Planalto, Antônio Carlos Damin (PDT), declarou ser inocente das acusações de estupro de vulnerável. Ele relatou que a denúncia foi realizada em cima de uma afirmação falsa da jovem denunciante. Damin citou a frase “ela não fazia programa, porque se ela quisesse o prefeito pagaria R$ 1 mil”, como o motivador para que o Ministério Público gaúcho iniciasse o processo. Apesar disso, ele não especificou quem teria dito a frase.

Ainda conforme Damin, a família e a jovem vivem problemas familiares graves, incluindo separação e até uso de drogas. O prefeito também afirmou que o pai da menina chegou a agredir ela e que, atualmente, a jovem está em uma casa de acolhimento do município.

Damin também admitiu que não sabe porque a jovem realizou a denúncia e afirmou que o fato pode conter cunho político, associado às dificuldades e aos problemas dela e da família. Em relação à acusação dele ter mostrado outros vídeos eróticos à jovem, Damin reafirmou ser mentira e que não possui esse tipo de conteúdo. O prefeito admitiu que pediu aos pais da jovem para que a denúncia fosse retirada, mas que essa conversa não passou de um pedido. Sobre ele ter tocado na jovem, Damin reiterou que não houve nenhum tipo de contato físico com a adolescente.

Em relação às armas encontradas em suas propriedades, o prefeito admitiu que uma é dele e que possui registro. Uma segunda arma é de propriedade do irmão, e que ela também é registrada. Já a terceira arma localizada no sítio, o prefeito disse não conhecer a quem ela pertence.






Adriano Dal Chiavon
Bruna Casali / JornalismoBarrilFM com informações JAU
Imagens
Comentários